Os dias que passam na vida são como os pingos da chuva que cai e correm para o rio. E sem o seu amor sou uma pobre abandonada chorando desesperada em uma noite de frio.

poema-de-amor

Os dias que passam na vida são como os pingos da chuva que cai e correm para o rio.
E sem o seu amor sou uma pobre abandonada chorando desesperada em uma noite de frio.

Angustiada pela dor de uma saudade.
Sinto minha alma ferida, vejo minha vida esquecida.
Mesmo não sendo correspondida falo com toda ansiedade que preciso de você para minha felicidade.

Veja também:  Neste dia das bruxas,...

Ah! Se você soubesse o que eu estou sentindo agora.
Talvez não sofreria tanto, mandava a tristeza embora, mas sei que você não entende o sofrimento de uma mulher.
Por isso, no silêncio da noite, murmurando sozinha eu chamo pelo seu nome.

O tempo vai passando, nunca vou te esquecer.
Porque você é tudo em minha vida, é a razão do meu ser.
Não me importa a distância e mesmo sendo esquecida, ainda me resta uma viva esperança que em seus braços um dia vou viver.

 

Veja também:  Saudades de quando era...

O Site Rede de Oração agradece a sua visita!

5.0
125