Oração de Santo Agostinho, que foi bispo da Igreja e um de seus mais ilustres doutores, considerado por muitos como o maior teólogo da história cristã.

Filósofo, teólogo e missionário, Agostinho foi um verdadeiro gênio que ultrapassou eras e ainda tem seus trabalhos lidos e estudados em todo o mundo.

Seu maior objetivo foi unir a fé e a razão, e até hoje essa questão ainda é muito debatida, mas é quase impossível entrar nesse tema sem lembrar o Santo de Hipona.

Os trabalhos mais importantes e conhecidos de Santo Agostinho são: Confissões, Sobre a Doutrina Cristã, Cidade de Deus, e Sobre a Trindade.

Uma frase sua que ficou famosa e que sintetiza sua obra foi: É preciso compreender para crer e crer para compreender.

Santo Agostinho de Hipona viveu entre os séculos IV e V, de 354 até 430, em uma província romana no norte da África, onde atualmente fica a Argélia.

Sua mãe era cristã, e também foi uma santa, Santa Mônica, mas o pai de Santo Agostinho era pagão.

Uma oração para a santa mãe de Deus, reze a Ave Maria.

Santo Agostinho
Santo Agostinho

A Oração de Santo Agostinho

Não existe apenas uma oração de Santo Agostinho, mas entre as que você vai ler agora, eu acho que essa primeira é a mais linda.

A oração foi originalmente publicada em seu livro, Confissões, e além de ser um verdadeiro testemunho, é também um poema.

Essa oração de Santo Agostinho foi escrita por intercessão de sua mãe, Santa Mônica, que o fez perceber que estava perdendo tempo em sua vida com os pecados da carne, ao invés de se dedicar ao espírito.

Depois disso ele mudou completamente de vida, e o resultado foi essa oração que você vai ver agora.

Leia, releia, e depois leia mais uma vez. Ouça o vídeo da Oração de Santo Agostinho (mais abaixo) e leia junto com o narrador. Deixe essa linda oração entrar em sua alma.

Veja a Oração de Santo Expedito.

Tarde Te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova. Tarde Te amei!

Trinta anos estive longe de Deus, mas, durante esse tempo, algo se movia dentro do meu coração.

Eu era inquieto, alguém que buscava a felicidade, buscava algo que não achava.

Mas Tu Te compadeceste de mim e tudo mudou, porque Tu me deixaste conhecer-Te.

Entrei no meu íntimo sob a Tua Guia e consegui, porque Tu Te fizeste meu auxílio.

Tu estavas dentro de mim e eu fora.

“Os homens saem para fazer passeios, a fim de admirar o alto dos montes, o ruído incessante dos mares, o belo e ininterrupto curso dos rios, os majestosos movimentos dos astros. E, no entanto, passam ao largo de si mesmos. Não se arriscam na aventura de um passeio interior”.

Veja também:  Como é bom estar...

Durante os anos de minha juventude, pus meu coração em coisas exteriores que só faziam me afastar, cada vez mais, daquele a Quem meu coração, sem saber, desejava.

Eis que estavas dentro e eu fora!

Seguravam-me longe de Ti as coisas que não existiriam senão em Ti.

Estavas comigo e não eu Contigo.

Mas Tu me chamaste, clamaste por mim e Teu grito rompeu a minha surdez.

“Fizeste-me entrar em mim mesmo. Para não olhar para dentro de mim, eu tinha me escondido. Mas Tu me arrancaste do meu esconderijo e me puseste diante de mim mesmo, a fim de que eu enxergasse o indigno que era, o quão deformado, manchado e sujo eu estava”.

Em meio à luta, recorri a meu grande amigo Alípio e lhe disse:

“Os ignorantes nos arrebatam o céu e nós, com toda a nossa ciência, nos debatemos em nossa carne”.

Assim me encontrava, chorando desconsolado, enquanto perguntava a mim mesmo quando deixaria de dizer “Amanhã, amanhã”.

Foi então que escutei uma voz que vinha da casa vizinha.

Uma voz que dizia: “Pega e lê. Pega e lê”.

Brilhaste, resplandeceste sobre mim e afugentaste a minha cegueira.

Então, corri à Bíblia, abri-a e li o primeiro capítulo sobre o qual caiu o meu olhar.

Pertencia à carta de São Paulo aos Romanos e dizia assim: “Não em orgias e bebedeiras, nem na devassidão e libertinagem, nem nas rixas e ciúmes. Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo” (Romanos 13, 13).

Aquelas Palavras ressoaram dentro de mim.

Pareciam escritas por uma pessoa que me conhecia, que sabia da minha vida.

Exalaste Teu Perfume e respirei.

Agora suspiro por Ti, anseio por Ti! Deu de Quem separar-se é morrer, de Quem aproximar-se é ressuscitar, com Quem habitar é viver.

Deus de Quem fugir é cair, a Quem voltar é levantar-se, em Quem apoiar-se é estar seguro. Deus a Quem esquecer é perecer, a Quem buscar é renascer, a Quem conhecer é possuir.

Foi assim que descobri a Deus e me dei conta de que, no fundo, era a Ele, mesmo sem saber, a Quem buscava ardentemente o meu coração.

Provei-Te, e, agora, tenho fome e sede de Ti.

Tocaste-me, e agora ardo por Tua Paz.

Deus começa a habitar em ti quando tu começas a amá-Lo.

Veja também:  É difícil ignorar o...

Vi dentro de mim a Luz Imutável, Forte e Brilhante!

Quem conhece a Verdade conhece esta Luz.

Ó Eterna Verdade! Verdadeira Caridade! Tu és o meu Deus!

Por Ti suspiro dia e noite desde que Te conheci.

E mostraste-me então Quem eras.

E irradiaste sobre mim a Tua Força dando-me o Teu Amor!

E agora, Senhor, só amo a Ti! Só sigo a Ti! Só busco a Ti! Só ardo por Ti!

Tarde te amei! Tarde Te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova!

Tarde demais eu Te amei! Eis que estavas dentro, e eu, fora, e fora Te buscava, e me lançava disforme e nada belo, perante a beleza de tudo e de todos que criaste.

Estavas comigo, e eu não estava Contigo.

Seguravam-me longe de Ti as coisas que não existiriam senão em Ti.

Chamaste, clamaste por mim e rompeste a minha surdez.

Brilhaste, resplandeceste, e a Tua Luz afugentou minha cegueira.

Exalaste o Teu Perfume e, respirando-o, suspirei por Ti, Te desejei. Eu Te provei, Te saboreei e, agora, tenho fome e sede de Ti.

Tocaste-me e agora ardo em desejos por Tua Paz!

Fim da Oração de Santo Agostinho – Tarde te Amei.

Veja a Oração de São Jorge.

A Oração de Santo Agostinho que você leu acima está no livro Confissões de Santo Agostinho.

Não deixe de ouvir esse lindo poema oração de Santo Agostinho no vídeo abaixo.


Ouça e leia a oração de Santo Agostinho junto com o narrador do vídeo.

Oração poderosa de São Miguel Arcanjo.

Outra oração de Santo Agostinho

A oração de Santo Agostinho que você vai ler agora é um verdadeiro pedido de socorro a Deus.

Ó Deus meu!

Sê-me propício por indigno que seja de tuas mercês, e faze que sempre minha palavra chegue a ti para que conheças meu espírito.

Deus de Abraão, Deus de Isaac, Deus de Jacó, tem piedade de mim e manda em meu auxílio teu São Miguel Arcanjo para que me defenda do mal e possa ver qual é a minha admiração por ti.

Bem aventurados São Gabriel, São Rafael e todos os Santos da corte celeste, socorrei-me e concedei-me a graça de que meus inimigos, que também tem de ser inimigos de Deus, não possam fazer-me sofrer suas maldades, pois enquanto estou acordado, penso em Deus, e quando durmo, sonho com suas grandezas e maravilhas.

Salvador do mundo, não me desampares, já que me livraste de outro mal maior, que é morrer no inferno e completa tua obra e concede-me tua graça.

Veja também:  Passe o batom vermelho,...

Suplico-te humildemente, ó Deus meu!

Que me ampares, Agios, Otheos, Ischiros, Athanatos, Eleison, Himas, Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de mim.

Cruz adorável de Jesus Cristo, salva-me!

Cruz de Cristo, salva-me!

Essência de Cristo, salva-me!

Amém.

Fim da segunda Oração de Santo Agostinho.

Não vá dormir sem rezar a Oração da Noite.

Oração de Santo Agostinho
Santo Agostinho

Oração de Santo Agostinho defronte a morte

Uma oração de Santo Agostinho para os momentos de desespero e dúvida frente a morte.

Esse é outro poema oração de Santo Agostinho, cheio de beleza e sabedoria.

A morte não é nada.

Eu somente passei para o outro lado do caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.

O que eu era para vocês, eu continuarei sendo.

Me dêem o nome que vocês sempre me deram, falem comigo como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas, eu estou vivendo no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim. Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo.

Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.

A vida significa tudo o que ela sempre significou, o fio não foi cortado.

Porque eu estaria fora de seus pensamentos, agora que estou apenas fora de suas vistas?

Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do caminho.

Amém.

Fim da Oração de Santo Agostinho defronte a morte.

Você conhece a história da Virgem do Caminho?

Considerações finais

É falsa a impressão de que os cristãos são pessoas cegas pela fé e que ignoram a razão. Em nossa história, na história do cristianismo, nós sempre buscamos a fé através da razão, e alguns dos mais importantes filósofos e cientistas em todos os tempos eram cristão.

Não existe essa distinção entre a fé e a ciência que querem nos fazer crer atualmente.

Guardadas as devidas proporções, somos todos homens de nosso tempo, mas os cristãos sempre buscaram se aperfeiçoar através da verdade.

Nesse sentido, Santo Agostinho com seus trabalhos filosóficos, inaugurou uma nova era, onde a verdade guiaria a fé, e as duas seguiriam juntas, de mãos dadas.

A fé sem razão é cega, e a razão sem fé, é manca.

Desculpem, mas não me lembro do nome do autor da frase acima. Mas ela ajuda a entender um pouco o relacionamento do cristão com a ciência.

Reze para a padroeira do Brasil, XXX.

Confissões de Santo Agostinho
Frase das Confissões de Santo Agostinho

Compartilhe a oração de Santo Agostinho

A oração de Santo Agostinho é linda. São testemunhos, poemas, fé, sabedoria e exemplos. Tudo condensado em poucas palavras, como apenas um homem iluminado por Deus seria capaz de fazer.

Compartilhe a Oração de Santo Agostinho e deixe um comentário dizendo o que você acha desse grande sábio e verdadeiro homem de Deus.

Reze para Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O senhor dos exércitos está conosco. Veja o Salmo 46.

Conheça a história e a oração de Nossa Senhora Aparecida.

Reze com fé a Oração de São Bento?

Confie no Senhor e faça o bem… Salmo 37.

O Site Rede de Oração agradece a sua visita!